• 15 JUL 16
    • 0

    Um doutoramento sobre Luto? Sim!

    Já nos debruçamos no passado sobre as diferenças existentes entre um Luto patológico e um Luto normativo. A nossa reflexão sobre estas temáticas prossegue com a Drª Sara Albuquerque, membro da Consulta do Luto, e o seu projeto de doutoramento já em curso.      

    • 09 JUL 16
    • 0
    Jornadas Pedagógicas

    Jornadas Pedagógicas

    Nesta 3ª feira, o Dr. João Faria vai estar nas Jornadas Pedagógicas do St. Peter’s International School com a palestra: O QUE É DEMAIS… NÃO ENJOA… MAS É DEMAIS!!! QUANDO O PRAZER DE JOGAR SE TRANSFORMA EM ADIÇÃO João Faria | Psicólogo Clínico PIN – Progresso Infantil A entrada é livre, consulte o horário no

    • 07 JUL 16
    • 0
    Perda gestacional

    Perda gestacional

    O que se debate é o direito ao apoio especializado no luto. Debate-se a necessidade de o viver dentro de casa e em silêncio, se o quiserem. Não por falta de apoio. Debate-se a necessidade de, cada vez mais, valorizar equipas especializadas na sua humanidade e conhecimento técnico. Os pais começam a sê-lo, antes de

    • 01 JUL 16
    • 0
    MITOS NA SÍNDROME DE DOWN

    MITOS NA SÍNDROME DE DOWN

    MITOS NA SÍNDROME DE DOWN   Em Portugal calcula-se que nasçam anualmente cerca de 150 bebés com a Síndrome de Down, vamos desmistificá-la?   A Síndrome de Down é a alteração cromossómica mais comum, que se carateriza por uma alteração causada pela existência de 3 cópias do cromossoma 21, sendo comummente utilizada a designação de

    • 30 JUN 16
    • 0
    Out of Focus – Evento hoje!

    Out of Focus – Evento hoje!

    Hoje, depois do Jogo de Portugal, a Drª Ana Rodrigues e o Dr Bruno Santo estarão na Fundação Champalimaud a representar o PIN na conferência “Out of Focus”. Veja todas as informações no site específico do evento!    

    • 27 JUN 16
    • 0
    Gaguez

    Gaguez

    Vamos aprender mais sobre gaguez? Leia aqui o artigo da Drª Jaqueline Carmona. Muito provavelmente a maioria de nós conhece, teve como colega de escola, já se cruzou em determinado contexto ou tem mesmo na família alguém que gagueja. Frequentemente alguns de nós fazem comentários sobre essas mesmas pessoas tais como: “ah mas gagueja pouco,